Portal do Governo Brasileiro

Apresentação

 

TV Campus completa 20 anos aproximando a universidade da comunidade

30/07/2015

A TV Campus foi a primeira televisão universitária a exibir conteúdo via cabo no país em 30 de julho de 1995. Criada pelo cineasta e servidor da instituição Sergio de Assis Brasil, a TV possibilita que a universidade esteja mais próxima da comunidade, mostrando suas atividades educativas. Além disso, proporciona experiências para os estudantes das áreas de comunicação.

A TV Campus contou, desde seu início, com a colaboração de professores da instituição, servidores da Coordenadoria de Comunicação Social e acadêmicos bolsistas, oriundos dos cursos de Comunicação Social e Desenho Industrial.

No seu formato inicial, a programação da TV Campus era composta por uma revista de variedades, com veiculação semanal e duração de uma hora. Hoje, a TV mantém uma programação diária de 12 horas no canal 15 da Net, com produção de cerca de dez programas na sua grade. Atuam diretamente nessa produção 6 servidores técnico-administrativos em educação, 2 funcionários terceirizados e 10 alunos dos cursos de Jornalismo, Produção Editorial e Desenho Industrial.

A participação dos alunos no processo é total. Eles atuam desde a elaboração das pautas até a edição das matérias. “Na TV Campus, os alunos podem praticar os conhecimentos adquiridos em sala de aula e vivenciar situações semelhantes às que encontrarão no mercado de trabalho: o dead line, uma entrada ao vivo, uma cobertura especial, improviso, edição, captação, enfim, todos os processos que envolvem o audiovisual”, destaca a jornalista e diretora da TV Campus Anaqueli Rubin.

A cada semestre, a equipe formada por jornalista, cinegrafistas, diretores de programação, fotografia e produção trabalham com uma nova temporada de programas voltados à difusão de cultura, informação, e à divulgação do Ensino, da Pesquisa e da Extensão realizados pela UFSM. Esses princípios continuam sendo mantidos desde a sua fundação, conforme relata a ex-diretora da TV Martha Marchesan, que trabalhou com Assis Brasil na criação da TV Campus. “Perceber que a ideia da TV em ser um canal de comunicação entre a universidade e a comunidade continua é um motivo de orgulho. Não estamos formando somente um banco de imagens da instituição, mas registrando toda a transformação que a UFSM vem passando nestes últimos 20 anos e os seus reflexos na comunidade", destaca Martha.

Com a atualização permanente da tecnologia e dos formatos audiovisuais, a TV Campus preza pela inovação em sua grade de programação, dando espaço para programas informativos, culturais e educativos, contribuindo para democratização da comunicação e transparência das informações da instituição. “Nosso objetivo fundamental é que a comunidade conheça a UFSM e a importância da atuação desta universidade, bem como seus reflexos na sociedade”. Entre os principais desafios para o futuro está a conquista da TV aberta. “É nosso dever levar informações para a comunidade e quanto maior nossa área de abrangência, melhor”, ressalta a diretora.

Ligada à Coordenadoria de Comunicação Social da UFSM , a TV Campus está instalada no 10º andar do prédio da Reitoria. Sua programação pode ser assistida, além do Canal 15 da Net Santa Maria, pelo site, pelo canal do youtube e pelo Facebook da TV Campus.

A TV Campus preparou um especial com um pouco da história desses 20 anos, marcados pela atuação de ex-bolsistas que hoje atuam no mercado de trabalho do audiovisual como: jornalistas Carolina Abelin e Danuza Facco Matiazzi (TVcom POA), Leonel Lacerda (RBS TV- SBT- Agência France Press), Leonardo Meira (TV NBR), Isabel Malheiros, Alice Pavanello, Luma Leão, Michele Dias, Juliana Motta, Vanessa Backes, Celso Duarte (RBS TV); cinegrafistas Oneide Moura (RBS TV), Manoel Vicente, Márcio Santos (TV Unifra), e os diretores de cinema Luiz Alberto Cassol, e Álvaro Carvalho.

Ao longo deste ano, a TV campus vai exibir especiais com trechos da antiga programação, bem como os depoimentos dos diversos profissionais que por lá passaram. “A ideia é resgatar nosso arquivo, que ainda não foi mapeado, e mostrar a evolução da TV durante esse período e a importância dela na formação dos alunos da área de comunicação e artes”, destaca Anaqueli. O especial “20 anos” que teve a direção e produção de Juliano Castro; edição de Humberto Ferreira; captação de Felippe Richardt e Gilvan Acosta Peters; e supervisão de Anaqueli Rubin foi ao ar na quinta-feira, às 20h, com reprise às 21h30min.